Suplementos alimentares: 4 conselhos essenciais para escolher bem

suplementos essenciais

A principal forma de estimular a sua saúde, bem-estar e nutrir o seu corpo é, sempre, o processo natural de uma boa alimentação! Comida saudável primeiro, suplementos como complemento, conforme necessário, e conforma a sua individualidade bioquímica.

No entanto, hoje todos sabemos que a nossa alimentação e estilo de vida não nos permitem obter as quantidades certas de nutrientes por meio dos alimentos e da qual precisamos. Por isso, otimizar a saúde recorrendo à suplementação é importante, mas igualmente importante é que ao fazer a sua escolha e incluir suplementos na sua dieta, tenha em consideração vários fatores:

1. A qualidade dos suplementos é extremamente importante. Infelizmente, há no mercado suplementos que não contêm o que afirmam ter e, de forma a torná-los mais baratos, incluem antes compostos prejudiciais à nossa saúde. Aprenda a saber escolher o melhor suplemento e siga os conselhos do seu nutricionista ou profissional em Naturopatia e Medicina Natural.

O uso criterioso de suplementos de alta qualidade pode ser o contribuito que faltava para lhe dar o bem-estar ideal e melhorar substancialmente a sua saúde.

Os nossos suplementos estão disponíveis no mercado nacional e internacional, são de qualidade superior, com eficácia comprovada e suportada em evidências científicas, informação fidedigna e constantemente atualizada.

2. O nosso corpo trabalha como uma máquina. Quando estamos sob stress, esta máquina precisa de magnésio, de vitamina C, vitamina B Complex, etc, e vai à procura destas vitaminas e minerais. Se, hoje em dia, com os níveis de stress a que estamos sujeitos, não aportamos ao organismo estes nutrientes, o corpo começa a falhar, até que entra em falência. Há um desequilíbrio bioquímico e começam os sintomas de alerta. É o nosso corpo a avisar: ‘atenção, há uma falha!’ Exactamente como uma máquina.

São estas falhas que vamos complementar com a suplementação. No entanto, tenha em linha de conta as ‘suas falhas’.

Há muitas soluções online, há fórmulas milagrosas em todas as redes sociais, hoje em dia. No entanto, uma pessoa é mais do que uma solução! É preciso saber compor o seu próprio puzzle. E, para tal, a experiência de um especialista é fundamental. O que funciona para determinado indivíduo, pode não funcionar para si. Nós não somos uma doença ou um órgão. Somos mente, corpo e espírito. E é preciso conhecer o que se passa em cada um deles para agir corretamente. Vejamos um bom exemplo: a maioria dos portugueses tem ou já teve dificuldades em dormir . Mas ir a uma loja e comprar o suplemento que alguém conhecido já tomou porque sofremos todos do mesmo, não é solução. Tal suplemento pode não ser o mais indicado para o que está a provocar as suas noites más.

Porquê devemos incluir suplementos alimentares na nossa vida?

3. Hoje em dia, suplementar tornou-se fundamental para termos mais saúde e qualidade de vida. Alguns dos factores que mais contribuem para essa necessidade são:

— A pobreza dos solos, em termos de minerais e nutrientes. Maioritariamente, não temos uma alimentação biológica, mas sim uma dieta farta em pesticidas e outros químicos nefastos…

— O excesso de stress. Algo que os nossos ancestrais desconheciam! O suplemento é uma fonte de nutrientes moderna? Pois bem, também o stress.

— E o mesmo se aplica ao sedentarismo.

Tudo isto faz com que metabolicamente o nosso corpo fique mais velho e diminua a nossa longevidade.
Pense na sua rotina diária e nestes fatores. Tal como a maioria da população, também você pode estar com défice nutricional apenas devido a estes simples acontecimentos do nosso dia-a-dia. Consulte um especialista, peça análises clínicas e veja onde pode ter algum desequilíbrio.

4. Vamos tomar suplementação, mas… a suplementação é mais complexa do que se pensa habitualmente. Sabemos que os suplementos dietéticos podem estar disponíveis sem receita, mas tal não significa que possamos tomá-los de forma aleatória e sem necessidade. Mesmo pequenas doses de nutrientes podem ter efeitos nocivos na nossa saúde, se os ingerirmos sem o conhecimento devido.

Os efeitos adversos do uso de suplementação podem resultar do seu uso inadequado, interações com a toma de medicamentos, adulteração do produto, contaminação das preparações por metais pesados (ex: ómega 3 ), pesticidas, micro-organismos, ou condições médicas preexistentes com as quais os suplementos não sejam compatíveis. Por isso, é fundamental que tenha o acompanhamento de um especialista quando recorre à suplementação.

Por exemplo, existem vitaminas e minerais cuja fórmula química em que se apresentam são mais biodisponíveis do que outras no organismo. É por isso que tomar vitamina C de uma marca x ou marca y não é o mesmo. Além disso, o nosso organismo absorve estas vitaminas e minerais de forma diferente, conforme o nosso metabolismo e carências. Chegam muitas vezes às consultas pacientes que já investiram quantias avultadas em suplementos. Desabafam já ter tomado de tudo e nada resultar.

Os suplementos nutricionais são ferramentas fabulosas para ajudar a alcançar a saúde ideal. No entanto, devemos ter cuidado com os suplementos que escolhemos usar, discutir os tratamentos que podem ser usados e identificar as respetivas dificuldades que podem surgir.

Esperamos que este artigo o incentive a optar por contactar um profissional qualificado que possa ajudá-lo ou, caso não tenha essa disponibilidade, ter em linha de conta todos estes fatores na hora de escolher o melhor suplemento para si.

Ter conhecimento da informação de forma séria e honesta, analisar caso a caso e fazer escolhas mais corretas. Só assim o valor investido na suplementação pode ser realmente produtivo. E a sua saúde agradece!

Outras opções:

Outros temas que podem ser do seu interesse:

Cuide de si.
Você merece.