Envios gratuitos acima de 30 €

AJUDA E CONSELHOS: shop@natureheals.pt | 961654507

Hawa Sibo 90cap 120g - Hawa Pharma

valor por embalagem

59,80

HAWA SIBO 90cap 120g da Hawa Pharma para o Equilíbrio da disbiose e promoção da homeostase no funcionamento intestinal normal.

O trato gastrointestinal é um sistema altamente sensível, com a função de digestão, absorção, proteção e excreção.

Os desequilíbrios intestinais, são cada vez mais comuns e frequentemente desvalorizados numa fase inicial. Este largo espectro de enteropatias, caracterizado por inflamação local, diminuição de absorção e aumento de permeabilidade intestinal, está ligado à origem de várias condições crónicas. Estas incluem doenças autoimunes, fibromialgia, disbiose intestinal, depressão, fadiga crónica, permeabilidade intestinal e SIBO.

A microbiota intestinal desempenha um papel essencial no normal funcionamento intestinal e na manutenção da saúde humana. Uma flora intestinal saudável e equilibrada é amplamente responsável pela saúde geral do hospedeiro. SIBO é a sigla para Small Intestinal Bacterial Overgrowth, ou seja, um crescimento excessivo de bactérias no intestino delgado. Este distúrbio no microbioma intestinal, é uma manifestação de disbiose caracterizada por uma quantidade anormal ou por uma alteração do tipo de bactérias entéricas presente no intestino delgado. Por sua vez levam a sintomas gastrointestinais, como diarreia, obstipação, flatulência, cólicas, inchaço, indigestão, perda de peso e má absorção nutricional. A prevalência geral é desconhecida, embora seja mais elevada em adultos e na presença de outras patologias do trato gastrointestinal, como síndrome do cólon irritável, doença celíaca, diverticulite, gastroparesia entre outros.

O potencial papel do SIBO no síndrome do cólon irritável foi inicialmente proposto à aproximadamente duas décadas atrás. Pimentel et al. diagnosticou SIBO em 78% dos pacientes com síndrome do cólon irritável através do teste respiratório com lactulose. Mais recentemente, em 2020 uma meta análise envolvendo 3192 pacientes com síndrome do cólon irritável, verificou uma prevalência de 31,0% de SIBO, comparado com o grupo de controlo.

Ao contrário do intestino grosso, a concentração de bactérias no intestino delgado é reduzida. No SIBO a população bacteriana no intestino delgado excede 105-106 organismos CFU m/L, 2 verificando-se um aumento de vários organismos patogénicos, incluindo, mas não se limitando a Enterococcus, Escherichia coli e Klebsiella. Como consequência da disbacteriose, pode ocorrer um aumento da permeabilidade intestinal, dismotilidade, inflamação crónica, autoimunidade, diminuição da absorção e, até mesmo, alteração da atividade neuronal entérica e central. Em contraste com a situação normal, em que a digestão e a absorção dos alimentos estão completas antes que o bolo alimentar alcance as bactérias no cólon, em pacientes com SIBO, o alimento ingerido entra em contato com bactérias no jejuno e íleo, é fermentado para produzir gás. As manifestações clínicas acontecem não somente pela presença de bactérias em excesso, mas devido à inflamação causada pela produção de enzimas ou endotoxinas, por parte de estirpes invasoras, que danificam a camada de células epiteliais. Os sintomas incluem uma combinação de desconforto abdominal, dor, distensão, flatulência, náusea, obstipação e diarreia que variam em frequência, duração e gravidade.

Atualmente devido a uma maior conscientização e compreensão, o SIBO é frequentemente considerado no diagnóstico de queixas gastrointestinais inespecíficas e de elevada prevalência no Síndrome de Cólon Irritável.

Como é uma importante causa de diminuição da qualidade de vida e as abordagens terapêuticas disponíveis são frequentemente pouco eficazes, existe um interesse crescente na utilização da Medicina Integrativa no tratamento de distúrbios gastrointestinais.

Hawa Sibo apresenta-se como uma alternativa natural ao uso de antibióticos, graças à sinergia dos seus princípios ativos. O formato em kit contém um boião com L-glutamina em pó e um boião de cápsulas com plantas medicinais de ação complementar e elevada atividade antibacteriana, anti-inflamatória, antioxidante, imunomodeladora e carminativa.

As plantas medicinais são potenciais moduladoras do crescimento excessivo de bactérias intestinais, pela ação dos seus princípios bioativos e por serem livres de efeitos adversos prejudiciais.

A interligação de todos os constituintes na fórmula do Hawa SIBO permite uma abordagem terapêutica abrangente, focada na origem do quadro sintomatológico, na remissão de sintomas e na normalização da motilidade intestinal, contribuindo para reduzir o crescimento bacteriano excessivo, eliminar as bactérias patogénicas, reparar os danos na parede intestinal causada pela permeabilidade intestinal, diminuir o quadro de dor e inflamação, com melhoras na sintomatologia.

Mais informações em:

NatureMag: https://natureheals.pt/fortaleca-o-sistema-imunologico/

Descrição

HAWA SIBO 90cap 120g da Hawa Pharma para o Equilíbrio da disbiose e promoção da homeostase no funcionamento intestinal normal.

O trato gastrointestinal é um sistema altamente sensível, com a função de digestão, absorção, proteção e excreção.

Os desequilíbrios intestinais, são cada vez mais comuns e frequentemente desvalorizados numa fase inicial. Este largo espectro de enteropatias, caracterizado por inflamação local, diminuição de absorção e aumento de permeabilidade intestinal, está ligado à origem de várias condições crónicas. Estas incluem doenças autoimunes, fibromialgia, disbiose intestinal, depressão, fadiga crónica, permeabilidade intestinal e SIBO.

A microbiota intestinal desempenha um papel essencial no normal funcionamento intestinal e na manutenção da saúde humana. Uma flora intestinal saudável e equilibrada é amplamente responsável pela saúde geral do hospedeiro. SIBO é a sigla para Small Intestinal Bacterial Overgrowth, ou seja, um crescimento excessivo de bactérias no intestino delgado. Este distúrbio no microbioma intestinal, é uma manifestação de disbiose caracterizada por uma quantidade anormal ou por uma alteração do tipo de bactérias entéricas presente no intestino delgado. Por sua vez levam a sintomas gastrointestinais, como diarreia, obstipação, flatulência, cólicas, inchaço, indigestão, perda de peso e má absorção nutricional. A prevalência geral é desconhecida, embora seja mais elevada em adultos e na presença de outras patologias do trato gastrointestinal, como síndrome do cólon irritável, doença celíaca, diverticulite, gastroparesia entre outros.

O potencial papel do SIBO no síndrome do cólon irritável foi inicialmente proposto à aproximadamente duas décadas atrás. Pimentel et al. diagnosticou SIBO em 78% dos pacientes com síndrome do cólon irritável através do teste respiratório com lactulose. Mais recentemente, em 2020 uma meta análise envolvendo 3192 pacientes com síndrome do cólon irritável, verificou uma prevalência de 31,0% de SIBO, comparado com o grupo de controlo.

Ao contrário do intestino grosso, a concentração de bactérias no intestino delgado é reduzida. No SIBO a população bacteriana no intestino delgado excede 105-106 organismos CFU m/L, 2 verificando-se um aumento de vários organismos patogénicos, incluindo, mas não se limitando a Enterococcus, Escherichia coli e Klebsiella. Como consequência da disbacteriose, pode ocorrer um aumento da permeabilidade intestinal, dismotilidade, inflamação crónica, autoimunidade, diminuição da absorção e, até mesmo, alteração da atividade neuronal entérica e central. Em contraste com a situação normal, em que a digestão e a absorção dos alimentos estão completas antes que o bolo alimentar alcance as bactérias no cólon, em pacientes com SIBO, o alimento ingerido entra em contato com bactérias no jejuno e íleo, é fermentado para produzir gás. As manifestações clínicas acontecem não somente pela presença de bactérias em excesso, mas devido à inflamação causada pela produção de enzimas ou endotoxinas, por parte de estirpes invasoras, que danificam a camada de células epiteliais. Os sintomas incluem uma combinação de desconforto abdominal, dor, distensão, flatulência, náusea, obstipação e diarreia que variam em frequência, duração e gravidade.

Atualmente devido a uma maior conscientização e compreensão, o SIBO é frequentemente considerado no diagnóstico de queixas gastrointestinais inespecíficas e de elevada prevalência no Síndrome de Cólon Irritável.

Como é uma importante causa de diminuição da qualidade de vida e as abordagens terapêuticas disponíveis são frequentemente pouco eficazes, existe um interesse crescente na utilização da Medicina Integrativa no tratamento de distúrbios gastrointestinais.

Hawa Sibo apresenta-se como uma alternativa natural ao uso de antibióticos, graças à sinergia dos seus princípios ativos. O formato em kit contém um boião com L-glutamina em pó e um boião de cápsulas com plantas medicinais de ação complementar e elevada atividade antibacteriana, anti-inflamatória, antioxidante, imunomodeladora e carminativa.

As plantas medicinais são potenciais moduladoras do crescimento excessivo de bactérias intestinais, pela ação dos seus princípios bioativos e por serem livres de efeitos adversos prejudiciais.

A interligação de todos os constituintes na fórmula do Hawa SIBO permite uma abordagem terapêutica abrangente, focada na origem do quadro sintomatológico, na remissão de sintomas e na normalização da motilidade intestinal, contribuindo para reduzir o crescimento bacteriano excessivo, eliminar as bactérias patogénicas, reparar os danos na parede intestinal causada pela permeabilidade intestinal, diminuir o quadro de dor e inflamação, com melhoras na sintomatologia.

Mais informações em:

NatureMag: https://natureheals.pt/fortaleca-o-sistema-imunologico/

 

Embalagem de 90 cáps. + 120g

 

INFORMAÇÃO NUTRICIONAL

Por 3 cápsulas:
– Bérberis (Berberis vulgaris) (ext. seco estandardizado a 97% cloridrato de berberina [291mg])   300 mg
– Erva Cidreira (Melissa officinalis) (ext.seco 5:1)     150 mg
– Pau D’arco (Tabebuia avellanedae) (ext.seco 4:1)   150 mg
– Estragão (Artemisia dracunculus) (ext.seco 4:1)     100 mg
– Orégão (Origanum vulgare) (óleo essencial microencapsulado)  3 mg
– Funcho (Foeniculum vulgare) (óleo essencial microencapsulado  500 μg
Outros Ingredientes: Cápsula (gelatina).
Por 4 g:
– L-glutamina (aminoácido)     4000 mg

DOSAGEM E ADMINISTRAÇÃO

1 cáps de oito em oito horas, com meio copo de água.
1 colher de café do pó, de manhã em jejum, num pouco de água.
Não deve ser excedida a toma diária recomendada.

INDICAÇÕES

– SIBO
– Síndrome cólon irritável
– Disbiose intestinal
– Permeabilidade intestinal
– Inflamação crónica intestinal

ADVERTÊNCIAS

Não se aconselha a toma deste produto durante a gravidez ou aleitamento.
Não recomendado em caso de hipersensibilidade ou alergia a qualquer um dos constituintes da formulação.
Os suplementos alimentares não são substitutos de um regime alimentar variado e equilibrado, nem de um modo de vida saudável.
O produto deve ser guardado fora do alcance e da vista das crianças.
Conservar em local fresco e seco, ao abrigo da luz.

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Hawa Sibo 90cap 120g – Hawa Pharma”

O seu endereço de email não será publicado.

Envio grátis a partir de 30€

Devoluções até 14 dias

Pagamento seguro

Apoio ao Cliente

Tem dúvidas? Precisa de ajuda?

Preocupamo-nos com a sua saúde. Valorizamos a Natureza.

Vamos falar

Abrir chat WhatsApp.
1
Olá. Podemos ajudar?
Nature Heals
Olá.
Como podemos ajudar?