Falta de magnésio? Conheça os sintomas, as causas e como prevenir

magnesio 1

Se fosse para uma ilha deserta e só pudesse levar um suplemento consigo, qual escolheria? Esta é a pergunta que fazem a muitos especialistas – A resposta é sempre a mesma: MAGNÉSIO!
Em consultas, costumamos brincar e usar esta expressão para transmitir desde cedo a importância do magnésio na saúde e no total funcionamento do corpo humano.

Pedir análises clínicas para acompanhar os níveis deste mineral e complementar a sua alimentação com um bom suplemento de Magnésio é essencial. Aproveite as férias de Verão e faça este check-up, mesmo que não vá apanhar banhos de sol para uma ilha, como diz a expressão!      

O magnésio é um mineral essencial e abundante no corpo humano. Ele é O GUERREIRO dos Suplementos, pois comanda toda a legião. É importante para tudo na vida e todos beneficiamos com esta suplementação — até porque hoje sabemos que pelo menos 50‰ a 90% da população sofre de deficiência nutricional de magnésio.

Vejamos então porque é que ele é tão importante e perceba se também você tem carência de magnésio:

Precisamos de magnésio em mais de 300 processos biológicos ou reações químicas de extrema importância no nosso organismo para que este funcione em pleno. O magnésio atua nos ossos, músculos, olhos, sistema imunitário, crescimento e regeneração dos tecidos, no cérebro, no sistema nervoso e sistema cardiovascular — é um verdadeiro amigo do coração, especialmente para quem tem arritmias e problemas cardíacos. É precisamente por o magnésio ter todas estas funções e ser tão importante para estes orgãos que ele esteja numa proporção óptima com a nossa individualidade.

Muitas vezes perguntam-nos qual o suplemento ideal que cura tudo ou que cura determinada sintomatologia. Não existe um suplemento que cure tudo ou que faça tudo, pois não é só um que faz a diferença, é a sinergia entre eles. É assim que o nosso corpo funciona — nesta sintonia de nutrientes!
No entanto, o magnésio é o único que se aconselha em quase todos os casos, precisamente por precisarmos dele nestas 300 reações químicas e por estar envolvido no tratamento e melhoria de tantos orgãos.

Este mineral serve como um co-enzima e essas tais mais de 300 reações não podem acontecer sem o magnésio como parceiro. Ele é assim fundamental em funções como frequência cardíaca estável, nos processos de desintoxicação do fígado, na formação e força óssea ou para manter estáveis os níveis de açúcar no sangue.

Por isso, se tiver outras prioridades e apenas quiser optar pela toma de um suplemento, escolha o magnésio!

SINAIS DE DEFICIÊNCIA DE MAGNÉSIO

— fadiga

— cãibras e espasmos musculares

— nervosismo e tensão

— enxaqueca, entre outros tipos de dores de cabeça

— inflamação

— batimentos cardíacos acelerados

— resistência à insulina

— hipotisroidimo

— falta de atenção e memória fraca

— sonolência

— olho a tremer

— Ossos frágeis

O magnésio é, por isso, um dos suplementos mais recomendados na NatureHeals, das crianças aos mais velhos, porque:

> Reduz a ansiedade e o stress;

> Quando ingerido uma hora antes de dormir, ajuda a relaxar e promove uma boa qualidade de sono;

> Permite manter níveis saudáveis ​​de estrogénio, essencial nas mulheres .

> Equilibra o açúcar no sangue e tende a diminuir o desejo por doces;

> Previne enxaquecas;

> Pode reduzir os sintomas da menopausa e do envelhecimento 

> Tem um papel protetor na saúde da tiroide, com estudos comprovados da sua correlação direta;

> Previne o risco de doenças como diabetes, insuficiência cardíaca, angina de peito, tensão alta, pedras nos rins e transtornos mentais

Vários fatores contribuem para que não consigamos ter magnésio na proporção ideal.

> uma nutrição deficiente

> solos pobres

> toma de medicação excessiva

> absorção deficiente no intestino devido a disbiose

são alguns exemplos. Mas há muitos mais!

Um deles é, sem dúvida, os eventos na vida que causam maior ansiedade e stress. Outro, é o nosso estilo de vida atual.

A má alimentação tornou-se comum. Suprimimos alimentos frescos ricos em fibras, nutrientes, minerais e vitaminas — como os frutos, cereais e legumes orgânicos— e abusamos nos produtos embalados, refinados e processados, o que reduz substancialmente o teor de magnésio presente no alimento natural. Também o consumo excessivo de café, refrigerantes e certos medicamentos esgotam este mineral. Situações de stress ou eventos na vida de uma mulher como a gravidez podem igualmente acelerar o metabolismo e levar o organismo a consumir mais magnésio do que aquele que o corpo consegue processar.

Felizmente, encontramos este mineral numa grande variedade de alimentos saudáveis. As acelgas, os espinafres, o chocolate negro, as sementes de abóbora e as amêndoas são bons exemplos de alimentos bastante ricos em magnésio.

Contudo, muitas vezes pelo caminho, perdemos estes nutrientes nos alimentos. Por exemplo, o processo de refinamento dos cereais integrais (arroz, aveia, trigo, etc.) leva à perda de 80% dos minerais.

Ao introduzir na sua rotina diária uma dieta rica em magnésio com a toma diária deste suplemento, consegue reverter num curto espaço de tempo os sintomas associados à falta de magnésio e melhorar substancialmente o seu estado de humor, o sono, o sistema nervoso, os ciclos menstruais no caso das mulheres, regular o trânsito intestinal e viver melhor.

Consulte sempre um profissional de Saúde, especialista em Medicina Natural Integrativa para saber qual o tipo de magnésio mais adequado à sua situação e qual a dose recomendada.

E lembre-se: da próxima vez que visitar o seu médico de família, saiba que este pode sempre solicitar o doseamento do magnésio de preferência o eritrocitároo nas análises clínicas de rotina.

Outros temas que podem ser do seu interesse:

Cuide de si.
Você merece.